Esp/ Eng/ Port

Mallet


Colonizada por poloneses e ucranianos, Mallet também tem influência de alemães e italianos. Cada uma das etnias preservou na cidade seus hábitos e tradições, observados na arquitetura, na culinária e nas festas típicas, animadas por muita dança.

Para conferir as heranças de perto, vale percorrer o Circuito Polonês-Ucraniano de Turismo Rural.

O roteiro é bem sinalizado e reúne cerca de 50 pontos turísticos como igrejas polonesas e ucranianas, cachoeiras, grutas, sítios, lojinhas de artesanato e cantinas, além de uma unidade do“Chalé do Produtor”, onde os agricultores da região comercializam seus produtos.Entre o meses de abril e junho acontecem as principais festas de Mallet. A do Kiwi é famosa pelos bailes e shows; enquanto a do Colono reúne os fãs do rodeio. Em ambas, as delícias típicas das cozinhas do Velho Mundo são os grandes destaques.

Aproveite para saborear o pierogue – pastel polonês cozido e recheado com batata e requeijão -, a utcha, um doce típico ucraniano à base de semente de papoula, mel, amendoim torrado e nozes; e o streichkasestrudel, a tradicional torta alemã que nesta versão apresenta recheio de baunilha e requeijão.