Esp/ Eng/ Port

Entidade patronal não comparece a nova reunião e desrespeita trabalhadores


Mais uma vez o sindicato patronal do setor de hoteis, restaurantes e similares de Ponta Grossa e região do Paraná, faz pouco caso dos sindicatos dos trabalhadores da área ao não comparecer na reunião de mediação no Ministério do Trabalho e Emprego. Encontro esse, previamente agendado e acordado entre as partes para que pudessem chegar a um acordo.

Importante frisar que as convenções coletivas negociadas são as de Ponta Grossa e região com datas-bases em outubro/17 e maio/17, respectivamente, os quais os trabalhadores são representados pelo Sindehtur Ponta Grossa. Enquanto o Sindehoteis de Curitiba representa os empregados de alguns municípios que o sindicato patronal pontagrossense tem base territorial, estava negociando a data-base de maio/17.

Em todas as reuniões realizadas fora do Ministério do Trabalho e Emprego, a classe patronal sempre manifestou desinteresse, desorganização e pouco entendimento, visto que, insistem na retirada direitos já assegurados nas convenções coletivas anteriores e não dialogam na busca por uma resolução.

Durante a reunião na tarde de ontem, as mesas destinadas aos representantes patronais  permaneceram vazias, o que reflete desrespeito aos trabalhadores. O Sindehtur Ponta Grossa registrou em ata seus protestos com relação as atitudes dos patrões, que nem mesmo justificaram perante o Ministério do Trabalho as razões das ausências. Confira abaixo: