Esp/ Eng/ Port

1º DE MAIO (DIA DO TRABALHADOR) – ‘Dessa vez não há nada para comemorar’


Respeitar os direitos dos trabalhadores é nossa obrigação. Assim como a de continuar lutando dia a dia por melhores condições e uma vida digna a todos os nossos representados e suas famílias. É preciso que mostremos força e insatisfação diante do que está ocorrendo, pois não será através da exploração e da retirada de direitos que o país vai avançar.

Infelizmente hoje o Brasil conta com mais de 13 milhões de desempregados e o número de trabalhadores na informalidade é maior do que de pessoas com carteira assinada.

Por isso, nesse 1º de maio – data marcada para homenagear aqueles que foram oprimidos ao reivindicar seus direitos, nós do Sindehtur Ponta Grossa lamentamos a postura do (Des)governo que age em defesa dos patrões e grandes detentores da riqueza no país e deixamos a mensagem de que continuaremos nosso trabalho para minimizar os efeitos da crise, evitar ainda mais a precarização das relações trabalhistas e aumento da desigualdade social.


Os próximos dias, meses serão de muito diálogo, trabalho, luta e contamos com o apoio de todos.

José Guimarães – Diretor Presidente